História

PARTE 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8

  Em um determinado momento o grupo foi conduzido a um pelotão de fuzilamento. Momentos antes de se consumar o fuzilamento as forças do general os atacaram, abrindo fogo. Diante desses acontecimentos, o grupo se manteve tranquilo, não aparentando nenhum medo diante daquela fatalidade. O Fundador, de maneira particular, teve uma atitude especial e calma perante essa situação, mantendo-se como sempre, sem demonstrar qualquer emoção e sim uma atitude de grande paz. Escapam graças a ajuda do governo Japonês.   A partir daí Morihei Ueshiba dedica-se às artes marciais, quando, em 1942 o nome AIKIDO torna-se oficialmente registrado pelo Ministério da Educação. Em 1948 se dedica intensamente à trabalhos no campo, aos treinamentos e a meditações em Iwama. Aikikai Hombu Dojo se muda para Iwama, sendo aberto um escritório em Tokyo. Kisshomaru se torna o Diretor Geral do Dojo Aikikai.

  Em 1969 Morihei realiza sua última demonstração (15/01) para a celebração do Kagami Biraki. Falece devido a um câncer no dia 26 de abril. Suas cinzas foram guardadas em Kozanji, Tanabe. Foi concedido o título de cidadão honorário de Tanabe e Iwama. Sua esposa, Hatsu, falece em junho.

FEPAI - Federação Paulista de Aikido - 2008 - Designer: kátia numakura