História

PARTE 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8

  Entre 1915 e 1916 o O'Sensei recebeu cerca de 100 aulas do seu Mestre tendo recebido dele um precioso certificado de capacitação. Não foram só as 100 aulas a causa de seu progresso; o seu esforço e dedicação ampliaram seu aprendizado, treinando por sua própria conta. Como aluno de Takeda pagava cerca de 300 a 500 ienes por aula ( 1 ien é igual a 1/2 dólar). Mas seu pagamento se ampliava contando-se como tal os serviços prestados, como rachar lenha e carregar água, etc. para o Mestre. Com esta situação dispendeu grande parte do que havia acumulado, incluindo o recebido de seus pais. Em 1919 recebeu notícias de sua família que narravam séria doença do seu pai.

  Com o progresso de Hokkaido e dos pioneiros o Fundador também progrediu em suas posses. A vila que iniciaram já havia desenvolvido muito, com inúmeras construções, incluindo-se a escola local. Devido às notícias recebidas doou todos os seus bens ao Mestre Sokaku Takeda, esqueceu-se do prestígio que já havia alcançado e retornou a seu lar, sem bens e posses, como havia partido. Durante o retorno ao lar ouviu notícias referentes ao reverendo Wanisaburo (ou Onisaburo) Deguchi, líder da Omoto-kyo, uma nova religião. Decidiu então dirigir-se a Ayabe, prefeitura de Kyoto, onde estava a Igreja Central do Omoto-kyo para orar e pedir preces para o restabelecimento da saúde de seu pai.

FEPAI - Federação Paulista de Aikido - 2008 - Designer: kátia numakura